TRAVEL

a irmã mais nova

Set 28, 2016 teamgunn

Hoje o post não é sobre a minha irmã mais nova (até porque só tenho um irmão, lol) mas sim sobre Minorca, a irmã mais nova de Maiorca. 

As férias já lá foram mas só hoje conseguimos uma brecha para este post. Esta foi a segunda vez que fui a Menorca, na primeira encantei-me, na segunda apaixonei-me. O que vai acontecer na terceira ?!

Umas férias de amigos, umas férias sem Pikas (difícil esta separação mas reestabelecedora, talvez um tema abordar noutro artigo) e umas férias económicas (sim é possível ir a Menorca a um preço razoável). 

Marcamos viagem numa companhia low cost, alugamos uma casa em Alaior  e o carro logo no aeroporto. Estavamos no local certo, no paraíso, com tudo para umas férias brilhantes. E foram, se foram!  

Estavamos de férias mas o despertador tocava cedo com a ânsia de aproveitar e conhecer ao máximo esta maravilha do mundo. Depois de um pequeno almoço ‘à lord’ lá arrancávamos com destino a uma praia. Mochila às costas e todos os apetrechos da vida comum de alguém que faz praia: o belo do guarda sol, a bola, os óculos de mergulho, as raquetes, as toalhas, e claro bebidas e comida. Dependendo da praia selecionada caminhávamos entre 2 a 3 km para chegar a calla desejada. Optamos pelo acesso a pé mas também se pode fazer de barco.

Hoje, neste post, o destino é Mitjana. Uma das mais populares e também uma das mais bonitas (Opah sou suspeita porque gosto de todas). Com rochas que formam plataformas para uns saltos (lado esquerdo da praia) e Mitjaneta do lado direito  (uma praia minúscula, onde cabem apenas 2/3 toalhas dependendo do areal). Um acesso fácil, com estacionamento a cerca de 1,5km da praia. O percurso não é difícil, a estrada está alcatroada (Até porque há uns anos atrás era permitido levar o carro mais próximo da praia) e é sempre a descer, o que complica no fim do dia o regresso!

Neste dia não tivemos tanta sorte com a praia, estava cheia de algas (sim corremos esse risco dependendo dos ventos e das marés; existem alguns sites que nos ajudam a prevenir estas situações e evitarmos essas praias nesses dias; bem mas apesar de sabermos não o fizemos). Para além das algas, a praia estava concorrida, (Humm ‘amanhã vamos ter de acordar mais cedo’, era a frase! ) e não cheirava lá muito bem. É verdade. O mar trouxe algas e deixou as algas numa espécie de poça de água, que com o calor começou a decompor-se provocando um cheiro pouco confortável. MAS ‘não passa nada’, dizíamos nós. Vamos para a praia ao lado. Só são uns 2,5km. ‘Vai vera isso é que é caminhar! Opah eu já disse que não gosto nada disto. Mas por menorca, faço o sacrifício!’ Eheh

Trebaluger vai ficar para próximo post!

day1-8 day1-10 day1-11 day1-12 day1-16 day1-18 day1-19 day1-20 day1-135 day1-137 day1-143

#teamgunngoestomenorca

[photo credits Joana Hall]